A autora do blog

Eu sou a Fabiana. Sou casada com um marido exemplar e tenho uma filha que é a razão da minha existência. Tenho um irmão dois anos mais novo que amo demais e uma cunhada que é um doce de pessoa. Meus pais são minha fortaleza aqui na Terra. Minha mãe é dona de casa e meu pai ourives dos melhores que já existiu nesse mundo. São casados e são bem tradicionais. E foi dessa forma que fui criada. Sou Católica Apostólica Romana praticante. Não tenho nenhum trabalho específico dentro da minha Paróquia, mas frequento as missas aos domingos e faço parte de um grupo de oração que reza o terço a cada 15 dias. Isso faz muito bem, pois sempre me traz paz, confiança e me deixa mais próxima de Deus. Ele deve estar acima de tudo. Sem a certeza da existência Dele, não seria ninguém. Agradeço a Deus, todos os dias da minha vida, por tudo.

Tive uma infância MARAVILHOSA. Fui uma criança muito feliz. Brinquei muito de boneca, de pega-pega, esconde-esconde, rouba-bandeira, taco, corri, pulei, andei de bicicleta, empinei pipa, joguei bolinha de gude e muito mais. Fui criada em um condomínio de prédios e fiz muitos amigos. E com esses amigos vivi a melhor fase da vida. Esses amigos não ficaram lá atrás não. São amigos meus até hoje. Com uns eu tenho mais contato, com outros menos. Mas estamos sempre nos cruzando. Quase todos estão casados e com filhos. De forma que quando nos encontramos, é sempre uma festa. Os filhos brincam juntos e os pais ficam lembrando da época em que tinham a idade dos filhos. É uma delícia. 
Aliás, falando em amizade, penso que amigos nos fazem um bem danado. Todo amigo verdadeiro é sempre muito bem vindo. Seja de infância ou aqueles que conhecemos no decorrer da vida. Amigos são fundamentais. Sem eles eu me sentiria vazia e Graças a Deus posso dizer que tenho muitos amigos. Amo todos com todo o meu coração. Amigos, pra mim, são mais importantes que amores e parentes, pois o amor pode acabar com o tempo, a amizade verdadeira não acaba nunca. Parente, como já dizia um filme, é serpente. São um problema sério, você nunca pode contar com eles e tem sempre um que quer te ver pelas costas. Agora amigo de verdade, esse vale ouro, diamante, rubi, safira... joias raríssimas. Não estou dizendo que não gosto dos meus parentes ou que meus parentes não são legais, pelo amor de Deus. Mas ouço muitas histórias sobre parentes que são tenebrosas. Histórias de terror mesmo. E vamos combinar também que todo mundo tem um parente ou outro, distante ou não que é o "Ó". Mas vamos deixar isso pra lá.

Meus pais sempre foram super protetores comigo e com meu irmão. Então, nunca fui de ir em baladas nem em noitadas. Não vou dizer que não saía, mas era pouco. Sou bastante caseira e família. Meu pai é filho de italiano e minha mãe neta de português. Tenho sangue europeu nas veias! Sangue quente e vai ver é por isso que sou totalmente emocional! Estou sempre agindo por impulso, no calor da emoção. Muitas vezes me arrependo das coisas que faço e falo, mas quando paro pra pensar, eu já fiz. Não consigo ser diferente. Minha mãe diz que 'mordo e assopro'. Já fiz análise pra tentar resolver essas e outras questões. Mas nunca consigo ir até o fim. Quando podia gastar com isso, não estava tratando com a pessoa certa. Quando encontrei a pessoa certa, não podia gastar com isso. Então, continuei emoção. A razão passa bem longe de mim. Há quem diga que eu vivo num conto de fadas, num mundo de fantasias, no mundo da lua. Confesso que é de fato um mundo que me encanta. Adoro filmes de romance, comédia romântica, aventura e ação. Sou fascinada pelo "Harry Potter". Choro com novelas, filmes, músicas, livros, reuniões escolares, Dia das Mães, Dia dos Pais, aniversários, Natal, Ano Novo, Páscoa, Missas de Domingo, e por aí vai.

Meu estilo é bem variado. Gosto de moda. Amo bolsas, sapatos e acessórios, mas não tenho tantos quanto eu gostaria. Normalmente, sou básica: uso jeans, camiseta e tênis. De vez em quando acordo mais animada e me arrumo um pouco mais. Mas isso é bem difícil de acontecer. Não uso nada de maquiagem. Só em ocasiões especiais. Já fui mais apegada com o meu cabelo que sempre foi longo, liso e escuro. Fiz luzes por duas vezes e nunca pintei. Mas hoje não tenho mais medo da tesoura. Corto sem culpa nenhuma. Afinal, eles sempre crescem. Só tenho duas vaidades (que na verdade não vejo como vaidade e sim questão de higiene): fazer as unhas e depilação. Vou a manicure uma vez por semana, ao podólogo uma vez por mês e me depilo a cada 15 ou 20 dias, dependendo da necessidade. Dessas coisas eu não abro mão.

Sou formada em Letras e trabalhei na área por alguns anos. Iniciei outros dois cursos superiores, mas não consegui concluí-los por vários motivos. Já trabalhei como vendedora de loja de roupa, como auxiliar de uma administradora de flats, no departamento comercial de uma empresa de plano de saúde, de escriturária. Estou tentando voltar a lecionar, mas com o passar dos dias, fica cada vez mais difícil. O negócio é nunca desistir. E como o meu negócio é com as Letras, o blog surgiu num desses momentos. Sempre tive muitos sonhos e um desses sonhos era trabalhar em uma editora na área de revisão, edição ou até mesmo escrevendo matérias e artigos. Mas não fiz jornalismo, então esse sonho ficou afastado. Também sonhei em escrever um livro, mas também deixei de lado. O blog surgiu pra realizar parte desses sonhos: escrever pura e simplesmente. É escrevendo que eu consigo me expressar. É escrevendo que consigo me desligar do mundo e dos problemas. É escrevendo que eu consigo me sentir realizada de todas as formas. Escrevendo eu me sinto importante e valorizada. Tenho um sério problema: não tenho auto-estima. Acho sempre que sou a pior das criaturas, sem valor, sem perspectivas, sem planos, sem futuro. Quando estou escrevendo, isso fica distante de mim e me sinto feliz.
Afinal, ser feliz é tudo o que se quer.

Pra encerrar, vou deixar aqui uma frase de um pensador chamado M. de Combi. Essa frase anda comigo há anos. Há muitos anos mesmo. Ela tem um mistério, deixa uma questão no ar. Bom pra pensar. Gosto de filosofar e cada vez que leio essa frase, algo me toca.

"Algum dia, e em algum lugar, infalivelmente você se encontrará consigo mesmo. Só depende de você, que seja a mais amarga de suas horas ou o seu melhor momento".

É isso aí. E como já dizia Descartes:

"Penso, logo existo. 'Cogito ergo sum'".


MADRINHA DO BLOG

Essa aqui ao lado é a Juliana Olivencia. Eu a conheci aqui na internet por um desses acasos maravilhosos da vida. Entre muitas outras tarefas, ela trabalha com layouts e templates para blogger no blog www.layoutparablogger.com. Eu estava buscando um template para o meu blog e encontrei o site dela. Foi aí que nós nos conhecemos. A cara que meu blog tem hoje eu devo a ela. Foi ela quem criou exclusivamente pra mim. E junto com essa arte e com esse dom, ela também me trouxe a marca das 'mil visitas'! Já faz tanto tempo que tenho o blog e ainda não tinha alcançado essa marca. Um dia depois dela ter colocado o template pra mim eu cheguei nas mil visitas e ultrapassei!!! Foi um grande feito. E esse foi um dos motivos que eu a convidei para ser MADRINHA do meu blog. Madrinha, por definição, é a mulher que serve de testemunha. E é isso que ela foi e será pra mim daqui pra frente. Ela foi testemunha de todo o meu desejo de querer que meu blog tivesse um visual bonito, com a minha cara e fazê-lo público, visível e visitado. Ela me ajudou a realizar esse desejo e com louvor. Nada mais justo em tê-la como minha MADRINHA OFICIAL. E daqui pra frente ela será testemunha de tudo o que o que o blog vier a conquistar. Sei que com a torcida dela, chegarei longe!
Jú, obrigada e que Deus a abençoe todos os dias de sua vida.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...