Meu pai, minha vida, meu exemplo.

Dia dos pais é sempre um dia de emoção. Aliás, pra mim, Dia dos pais e Dia das Mães é sempre emocionante. Posso dizer que sou uma pessoa de muita sorte por ter um pai e uma mãe tão maravilhosos como os meus.
Meu pai teve uma vida muito sofrida. Perdeu o pai muito cedo e com doze anos já trabalhava pra ajudar minha avó. Trabalhava durante o dia e estudava a noite. Assim foi até terminar o Ensino Médio, que naquela época era chamado de Colegial Científico. Sempre estudou em escola pública, que naquela época, era considerada boa. Quem estudava em escola particular ouvia o jargão: Papai pagou, filhinho passou. Sempre quis fazer faculdade, mas infelizmente ele não tinha condições. A infância dele não foi das melhores. Sempre em meio a dificuldades, privações, muito trabalho e sofrimento. Se não bastasse ter perdido o pai muito cedo, anos mais tarde também perdeu a irmã mais nova, na época com 17 anos, vítima de uma doença renal rara e incurável. Minha avó e meu pai fizeram tudo o que podiam para curá-la. Infelizmente, não deu em nada. Minha avó e meu pai ficaram sozinhos. As coisas pro meu pai começaram a melhorar depois que ele se casou com minha mãe. Eu nasci após um ano de união e meu irmão veio dois anos depois de mim. Ele formou a família que sempre desejou ter. A família que ele, quando criança, não teve tempo de aproveitar.
Meu pai, dentro do possível, sempre nos deu de tudo. Aniversários, dia das crianças, Natal... sempre ganhávamos presentes, estávamos sempre bem vestidos, estudávamos em escola particular, viajávamos nas férias de Julho e Dezembro, íamos à parques, à teatros, à cinemas, ele nos contava histórias pra dormir e histórias de vida para nos ensinar. Tudo o que meu pai não pôde ter, ele fez pra nós. Exigia que todos sentássemos à mesa para fazer as refeições e só podíamos sair depois que ele terminasse. Conversávamos sobre o nosso dia, contávamos coisas da escola e toda sexta-feira ele nos trazia alguma coisinha. Pro meu irmão eram carrinhos miniaturas que ele colecionava. Pra mim era sempre alguma coisa de papelaria: caderninhos, canetas, borrachas, réguas, estojos, lapiseiras, papel de carta, envelopes. Tudo o que eu amava e amo até hoje.
Acho que por tudo isso, sempre me emocionei no Dia dos pais. Meu pai é meu herói, é minha razão de viver, é meu exemplo de vida, de determinação, de amor.
Ele podia ter sido um rebelde, um revoltado, um perdido. Contudo, mesmo em meio a tantas tribulações ele nunca esqueceu-se de sua origem e de suas raízes. Netos de italianos, filho de um italiano e de uma brasileira que também era filha de italianos, os costumes sempre falaram mais alto. O compromisso com o bem, com a família, com o trabalho, a religiosidade, o respeito, a seriedade, os valores morais e éticos em todo o momento estiveram ao seu lado e não deixaram que ele desviasse de seu caminho. E tudo isso ele nos ensinou.
Amo meu Pai com todas as minhas forças e dou Graças a Deus por ele estar vivo e poder me ensinar, me amar, me apoiar, me consolar, me corrigir. Dou Graças a Deus por ele ser meu Pai.
Dizem que são os filhos quem escolhe seus pais. Eu soube escolher muito bem os meus e sou imensamente feliz por isso. Nem que eu diga um milhão de vezes que os amo serão o bastante por tudo aquilo que eles fizeram e ainda fazem por mim. Só peço a Deus que Lhes conceda muitos e muitos e muitos e muitos e muitos anos de vida e saúde. Sou forte enquanto eles estiverem ao meu lado. Sou feliz enquanto posso falar com eles, abraçá-los e amá-los. Sou completamente realizada porque fui criada em uma família unida e absolutamente estruturada. Meu pai e minha mãe são meus Pais. Por isso falo dela também. Dia dos Pais pode se dizer que é o Dia da Família - do pai e da mãe. Então, digo:

PAI, eu te amo hoje e sempre e cada dia mais.
MÃE, eu te amo por escolher o meu pai e me dar a vida.
PAIS, obrigada por fazer de mim a filha mais feliz do mundo.

Feliz DIA DOS PAIS!!!

4 comentários:

Ich, Hausfrau disse... [Responder o Comentário]

oiê... nossos pais têm história parecida... apesar das dificuldades, nunca se deixou abater... tenho muito orgulho do meus pais tbem.. bjos

calma que estou com pressa disse... [Responder o Comentário]

OI AMIGA - FALTA VOCÊ
VIM FAZER UMA CONVOCAÇÃO EXTRAORDINÁRIA PARA PARTICIPAR DO SOTEIO
ACABA AMANHÃ
TO TE ESPERANDO AMIGA
BJS

Vivian Lasalvia disse... [Responder o Comentário]

Adorei seu texto sobre o dia dos pais... vc conseguiu me emocionar... Sou muito grata a Deus por fazer parte dessa família abençoada e estruturada.
Eu amo vocês.
Um beijo
Vivian

RENATA RZ disse... [Responder o Comentário]

Oi Fà!

Nossa que linda a homenagem ao seu pai.
Realmente, sem eles não somos nada.
Legal ter compartilhado os tempos de infância com você!

Beijinhos green

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...