Meu Pai, Meu Herói: EU TE AMO!

Domingo, 14 de Agosto de 2011.
Que dia especial!!! É o Dia Dos Pais!!!
Hoje a igreja Católica rezou pela vocação para a vida em família. Isso mesmo: vocação!!! Sim, porque para ser uma família de verdade também é necessário ter vocação!!! E também não podemos falar de Dia dos Pais, família sem lembrar de São José!!! Ele que foi o Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo aqui na Terra. Ele que, juntamente com Maria, Nossa Senhora e Jesus Cristo formou a Sagrada Família!!!
Família é de fato a base de tudo. Não consigo imaginar como é viver sem ter uma família. Sem ter um pai que nos dê exemplos, que nos oriente, sem ter uma mãe cuidadosa, zelosa e amável. Não consigo imaginar como é viver numa 'família' em que pai e mãe não questiona seus filhos, não quer saber dos seus amigos, não se preocupa em saber onde os filhos estão, que horas vão chegar, com quem estão. Isso não cabe na minha cabeça.
Fui criada numa família extremamente tradicional: pai trabalhador e mãe dona de casa.
O jantar era feito com todos os membros da família sentados a mesa: meu pai, minha mãe, meu irmão e eu. E só saíamos quando meu pai nos liberava. Era maravilhoso!!!! Conversávamos, contávamos como tinha sido nosso dia, minha mãe fazia as queixas diárias das 'artes' que aprontávamos, levávamos bronca, castigo ali mesmo, na mesa e na hora do jantar!!! Meu pai contava os casos dele no serviço!!! Era muito bom mesmo... Até hoje eu sinto muita falta desse momento. Depois que comecei a estudar a noite, já não tínhamos mais esse momento do jantar. Tínhamos outros momentos, mas não o do jantar. E desde então, não tenho mais o hábito de sentar a mesa pra jantar, até porque não tenho mais o hábito de jantar mesmo.
Esse momento era tão rico, tão especial, tão marcante... lembro que brincávamos no pátio até a hora que meu pai chegava. A hora que o carro apontava na garagem, era hora de subir para o jantar!!! Não tinha nem mais e nem menos. Depois até descíamos mais uns minutinhos... mas até a hora que meu pai saía na janela e gritava: Fabianaaaa, Rodrigoooo!!!! Pronto. Beijo, tchau e até amanhã.
Enquanto que no dia das Mães lembramos sempre do amor materno, do carinho, do zelo, da doçura e da ternura, no dia dos pais lembramos de heroísmo mesmo. A figura paterna é a figura do trabalho, da responsabilidade, do exemplo. A linha dura. Não tem como. Meu pai sempre foi o único a trabalhar em casa. Minha mãe estudou o Ensino Médio Normal na época, mas nunca trabalhou. Era a filha mais velha de cinco e era a mais obediente. Nada rebelde. O que meus avós falavam era lei. E lei é pra ser cumprida e não discutida. Então, ela fazia só o que eles mandavam e deixavam. Quando ela conheceu meu pai e casou-se com ele, não tinha experiência nenhuma de vida. E meu pai já trabalhava desde os 12 anos por conta do meu avô ter falecido quando ele ainda era um menino. Meu pai era o filho mais velho. Ele era gêmeo de uma menina e tinha uma irmã alguns anos mais nova. A gêmea do meu pai morreu com 6 meses de pneumonia. Quando meu avô morreu, minha avó era sozinha pra criar meu pai e sua irmã mais nova. Meu pai sendo o mais velho, teve que ir trabalhar pra ajudar em casa. Fez de um tudo até encontrar a profissão em que trabalha até hoje: ourives!!! Era um dom. Mas nem por isso ele largou os estudos. Não fez faculdade, mas completou seus estudos até o Ensino Médio. Sempre teve a responsabilidade de cuidar de um lar desde menino e sempre o fez com bravura, luta, trabalho, suor. Deus realmente sempre esteve do lado dele, pois ele sempre conseguiu manter o lar sozinho dando do bom e do melhor dentro de suas possibilidades. Ainda que o pai dele tivesse morrido cedo, ele teve a essência da família. Ele também fazia as refeições sentado a mesa com os pais, também partilhava os acontecimentos do dia e também recebia orientações, amor e carinho. Não sei se ele tivesse tido uma educação diferente desta se ele seria o que sempre foi pra gente e o que ainda é. A estrutura da família é tudo na vida de um ser humano. Não posso deixar de pensar que o mundo está do jeito que está muito por conta dessa ausência de família, de base, de orientação.
Como minha mãe nunca tinha trabalhado, quando ela se casou com meu pai, claro que meu pai, sendo o rapaz responsável e de bem que sempre foi, jamais colocaria minha mãe pra trabalhar. Minha mãe morava no Rio de Janeiro e depois que casou-se com meu pai, veio morar em São Paulo. Ela estava longe da família, sozinha numa cidade que não conhecia, sem nenhuma experiência profissional, começando uma nova vida e totalmente insegura!!! Meu pai tomou a frente de tudo e minha mãe cuidava da casa. E foi assim sempre. Pouco depois de um ano de casados eu tinha chegado à família e pouco mais de três anos meu irmão tinha chegado à família. E meu pai sempre a frente de tudo, sozinho. Deus sempre esteve mais a frente que ele, com toda certeza. Eu até já devo ter comentado tudo isso aqui algumas outras vezes, mas não posso deixar de comentar de novo. Tudo isso me deixa orgulhosa de ter o pai que tenho, de ter a família que tenho, de ser o que sou. Tenho o maior orgulho mesmo de ser filha do meu pai. Meu irmão e eu sempre estudamos em escola particular, sempre ganhávamos presentes de aniversários, Páscoa, Dia das Crianças, Natal, sempre viajávamos nas férias, sempre comíamos em restaurantes, sempre íamos em shoppings e todos os meses de Junho e Dezembro, fazíamos compra de roupas e sapatos para a nova estação. Não éramos ricos não. Nunca viajei pra fora do país e nem de avião, não tínhamos casa na praia nem em sítio. Mas meu pai sempre se esforçou muito e demais pra poder nos dar aquilo que ele não teve porque não teve tempo de ter. Minha mãe sempre cuidou da casa e da família. Sempre cozinhando, lavando, passando, arrumando, limpando. Meu pai nos levava pra escola de manhã e minha mãe nos buscava na hora do almoço. Nunca fomos sozinhos pra escola. Meus pais sempre estavam por perto. Eles conheciam todos os nossos amiguinhos e estavam sempre presentes nas reuniões escolares. Crescemos assim. Super-proteção??? Talvez. Muito amor, zelo, carinho??? Com toda a certeza. Família ditadora??? Nunca. Família com base e estrutura tendo como exemplo o Mestre Jesus Cristo, Maria e José!!! Passamos por algumas dificuldades, tivemos tropeços, mas sempre estávamos juntos, unidos, segurando um na mão do outro. Isso é uma família.
Não consigo ver certas coisas e levar numa boa, entender. Tenho um sério problema com as coisas do mundo e de hoje em dia. E não é questão de preconceito não. É questão mesmo de certo e errado. Meus pais nos criaram assim: isso é certo e isso é errado. Não tinha meio termo. Pra mim, uma família é Pai (Homem), Mãe (Mulher) e filhos. Qualquer coisa fora isso não entra na minha cabeça. Não consigo andar na rua e ver meninas e meninos com cabelos verdes, roxos, laranjas... franjas tão longas que cobrem o rosto inteiro!!! A cabeça precisa ficar torta pra poder enxergar por onde andam!!! As roupas são extremos: ou são hiper curtas ou hiper longas!!! Piercings e tatuagens estão pelo corpo todo!!!! E tudo isso acontecendo cada vez mais cedo!!! Isso me incomoda demais!!! Cadê os pais dessas pessoas??? Cadê os responsáveis por essas pessoas??? Ninguém dá uma orientação pra essa gente??? Ninguém dialoga com eles??? Tenho uma filha e rogo muito a Deus pra que eu tenha muito discernimento e sabedoria pra saber educá-la. Ninguém sabe o dia de amanhã, mas não gostaria de ver minha filha jogada nesse mundo fazendo tudo o que todo mundo faz!!! Parece um pouco de "Maria-vai-com-as-outras". Gente sem personalidade, sem orientação, sem rumo.
Ontem aconteceu um fato curioso. Meu marido, minha filha e eu fomos passear em um shopping. Sim, eu amo shoppings!!! Comprei uma sapatilha pra minha filha que vinha com uma tiara de princesa. Claro que ela quis colocar a tiara de princesa na cabeça e sair assim da loja. Linda, dourada, grande, vistosa. Não tinha como não reparar o adereço. Meu marido observou algumas 'meninas-moças', com seus 12, 13 ou 14 anos de mãos dadas com os 'namoradinhos' olhando pra minha filha com certa timidez mas com um brilho no olhar diferente!!!! Um brilho de 'eu quero uma também'. Eram crianças que estavam ali mostrando ser adultas, moças, moderninhas por causa da sociedade mas que no fundo queriam ser crianças!!! Aquilo mexeu comigo. Meus pais sempre me deixaram ser criança!!! Nunca apressaram meu crescimento!!! Lembro que uma vez resolvi passar lápis no olho. Não lembro a idade ao certo, mas devia de ter entre 12 e 14 anos. Mostrei pra minha mãe. Ela olhou e disse que meu pai não ia gostar. Quando meu pai chegou, na hora do jantar, ele me olhou, fixou o olhar no meu olho e perguntou o que era aquilo. Respondi que tinha passado lápis. Ele disse o seguinte: "É. Ficou bonito, mas não gostaria de te ver usando isso". Levei muito tempo pra usar novamente. E quando fui usar de novo, pedi permissão pra eles.
São essas pequenas coisas, são esses pequenos gestos de carinho que marcam uma vida inteira. 
Meu pai é meu herói por tudo isso que relatei e por muitas outras coisas. Ele conseguiu educar os filhos dele pro caminho do bem. Ele conseguiu montar uma família de base, de estrutura, de essência. Conseguiu passar moral, ética, respeito. Conseguiu passar exemplo de trabalho, de raça, de gana, de esforço. Conseguiu passar tradição. E fico pensando que se ele é nosso orgulho, nós devemos ser muito mais do que orgulho pra ele. Num mundo de ponta cabeça como esse que nós vivemos, um pai ver seus filhos no rumo certo deve ser a maior alegria, a maior recompensa que podia receber na vida.
Por tudo isso eu dou Graças a Deus de ter meu pai comigo. Por tudo isso eu dou Graças a Deus de ter a família que tenho. Por tudo isso eu dou Graças a Deus!!!
Pai, eu te amo.
Obrigada por me orientar, por me amar, por brigar comigo nas vezes que fiz coisas erradas, obrigada por me proibir de fazer algumas coisas e obrigada por ter se esforçado tanto em ser um pai de verdade. 
Hoje sei que ser pai e mãe não é nada fácil. É muito mais fácil largar mão e deixar as coisas acontecerem. É muito mais cômodo deixar a TV, a internet e os amiguinhos orientarem os filhos. Pra ser pai e mãe precisa mesmo ter vocação. Que bom que Deus lhe deu essa vocação. Que bom que você não largou mão. Que bom que você brigou, xingou, gritou, esbravejou. Que bom que foi firme conosco. Sou e serei eternamente grata à você. Que bom que estou podendo mostrar tudo aquilo que aprendi com você.
Que Deus te dê muita saúde e muitos anos de vida pra podermos continuar juntos aprendendo e ensinando um ao outro.
EU TE AMO MUITO, DEMAIS!!!
OBRIGADA.



Imagem retirada do google.

Essa é a minha homenagem ao DIA DOS PAIS.
Essa é a minha homenagem ao meu MEU PAI e à MINHA FAMÍLIA, que são meus ALICERCES e MEU PORTO SEGURO.

4 comentários:

Viver um dia de cada vez disse... [Responder o Comentário]

É Fabí, é isso mesmo, qualquer um pode ser pai e mãe enfim "formar uma família" mas o dom não.
Quando vejo crianças andando em bandos no centro da cidade praticando assaltos e a justiça de mão atadas pois com menos de 12 anos nem casa abrigo podem ser levadas, me pergunto: Cadê a família?
Ser família vai muito além de procriar. Procriar animais os fazem. Ter família com amor, carinho , respeito, limite, etc só humanos com dom conseguem.
Graças à Deus você teve isso, graças a Deus eu tive isso, graças a Deus nossos filhos tem isso.
Também fico assustada quando vejo jovens tatuados, cabelos coloridos, piercing e bebendo muito muito.
Quando falamos em família nossa mente vem naquilo que não se enquadra em família mas não podemos de fato ter preconceitos de forma alguma e lembrando sempre que Deus ama o pecador o que Ele não ama é o pecado. Temos que agir da mesma maneira.

Viver um dia de cada vez disse... [Responder o Comentário]

Beijinhos e fique com Deus.

Ich, Hausfrau disse... [Responder o Comentário]

Oi Fabi.... eu sei que estou em dívida com vc! Tanto nas visitas aqui no blog, quanto a te passar o endereço para vc enviar o presentinho da Luisa... desculpa o sumiço, mas tudo começou a acontecer de uma vez só por aqui... Tudo bem com vc? Um grande abraço.. bjos

Sonica disse... [Responder o Comentário]

Menina, cade vc???
Estou com saudades dos seus posts!
Bjs,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...