Ser mãe é...

O que é ser mãe??
Eu só descobri isso depois que me tornei mãe.
Quando era adolescente, achava que ser mãe era ser chata! Minha mãe era chata! A mãe da minha amiga era sempre mais legal do que a minha. Deixava ela fazer uma porção de coisas que a minha não deixava. Eu nunca podia fazer nada nem ir a lugar nenhum. E quando podia fazer alguma coisa ou ir em algum lugar, tinha que ficar ligando de hora em hora pra dar notícias do que estava fazendo. E olha que nessa época nem tinha celular pra facilitar. Era nos orelhões mesmo. Ou eu fazia isso ou não teria próxima vez. E a próxima vez demorava tanto a chegar.....
Na verdade, eu sempre gostei de criança, sempre quis ser mãe. Mas até me tornar mãe, não tinha noção do que era!!!
Não esqueço do que senti quando descobri que estava grávida e que seria mãe!!!! Foi uma mistura de sentimentos que não é possível explicar com palavras. Senti alegria, felicidade, medo, insegurança... tudo ao mesmo tempo. A primeira US foi incrível... Ver aquela bolinha pulando, cheia de vida e ouvir aquele som de tum-tum tum-tum em meio líquido foi a maior emoção que tive em toda a minha vida!!!! Daí pra frente foi só tranquilidade.... Mas depois que ouvi aquele chorinho... depois que peguei aquele ser tão pequeno no meu colo... Tudo na minha vida mudou. E quando digo mudar é mudar mesmo. As prioridades mudaram, as preocupações mudaram, a rotina do dia-a-dia mudou. E claro que mudou pra melhor. Mas pra se acostumar com tudo isso é complicado. Eu tinha pavor de ficar sozinha com minha filha quando ela nasceu. Tinha medo de não conseguir cuidar dela. Mas ao mesmo tempo que tinha medo, não deixava ninguém fazer nada por mim. Dar banho, trocar de fralda, trocar de roupa, acordar a noite... Desde o começo fiz questão de fazer tudo. Tudo e mais um pouco. Sou orgulhosa em dizer isso: cuidei da minha filha desde o primeiro dia que ela nasceu. Muitas pessoas me ajudaram, mas não fizeram nada por mim. E Ser Mãe é exatamente isso!!! Penso que ser mãe vai além de ter um filho ou gerar um filho. Ser mãe é cuidar, é zelar, é proteger, é preservar. Tem muitas mulheres que geraram um filho em suas barrigas, deram a luz, mas não são mães. Ser Mãe é sentir prazer com o seu filho!!! Pode até ser exagero da minha parte, mas Ser Mãe é fazer do filho a sua vida e a sua razão de viver. Porque é exatamente isso que eu sinto. Cada dia que minha filha cresce, é um pedacinho meu que toma forma fora de mim. Cada palavra que ela pronuncia, cada gesto, cada música, cada sonho e cada conquista são palavras, gestos, músicas, sonhos e conquistas minhas também. E a cada dia que ela cresce, eu morro um pouquinho!!! Morrer no sentido de que cada dia que ela cresce ela depende menos de mim. Cada dia que ela cresce ela descobre que sua vida não é a minha. Cada dia que ela cresce ela percebe que pode viver perfeitamente sem minha presença por perto!!! Isto é a parte dolorida de ser mãe. Ficamos mesmo órfãs dos nossos filhos!!!! É óbvio que tudo isso faz parte da maternidade e que tudo isso é maravilhoso. Qual é a mãe que não se orgulharia das descobertas e do crescimento do seu filho??? Mas isso dói mais do que as cólicas menstruais, dói mais do que as TPMs da vida, dói mais do que o próprio parto ou a recuperação. Dói mais do que qualquer dor existente no planeta. Ser Mãe é aprender a viver com a independência do filho. Aquele ser tão pequeno vai crescer! Não vai mais te chamar de noite quando tiver pesadelos com monstros. Não vai mais te chamar pra limpar o xixi e o coco. Não vai mais te chamar pra brincar com a boneca nova nem com o carrinho de controle remoto. Não vai mais te chamar pra mostrar a propaganda do brinquedo que ele quer ganhar no aniversário. Não vai mais dizer que você é a mãe mais linda do mundo. Não vai mais fazer questão que você esteja presente nas festinhas da escola, nem nas festas de aniversário. Vai restar aquele vazio imenso. Um vazio que no fundo é a sensação de dever cumprido. Mas ainda assim, um buraco negro.
Mesmo assim, ser Mãe me fez a mulher mais feliz do mundo. Minha filha ainda é pequena, mas está crescendo bem depressa. Vou passar por muitas fases com ela, se Deus quiser. Agora sei dar o devido valor a minha mãe. Estou sentindo tudo o que ela sentiu. As alegrias, os medos e as preocupações. Consigo saber e entender com fidelidade tudo o que se passa na cabeça dela. Não adianta tentar explicar tudo isso, é só SENDO Mãe!!! E deve ser por isso que o DIA DAS MÃES É TÃO ESPECIAL!!! Tudo o que essas mulheres MARAVILHOSAS passaram devem ser lembrados de alguma forma. E é por isso que deixo aqui o meu FELIZ DIA DAS MÃES a todas as mães! Claro, em especial, pra MINHA MÃE que é uma mãezona mesmo. Que fez e continua fazendo tudo por mim e agora, pela minha filha.
É o ciclo da Vida!!!

Um enorme beijo a todas!

5 comentários:

Vivian Lasalvia disse... [Responder o Comentário]

Nossa Fá, que texto lindo!!! Adorei... é exatamente o que vc escreveu, só sendo mãe para saber o que "vocês sentem"... Eu não vejo a hora de ser abençoada com essa dádiva de Deus.
Beijos

Cibele disse... [Responder o Comentário]

Oi, querida tudo bem?

Seja bem vinda!

Adorei o texto....

beijokas

Carol Garcia disse... [Responder o Comentário]

ser mãe mesmo é uma coisa sem explicação.
engraçado, a gente tenta falar como é mas os sentimentos sao bem maiores e mais intensos.
foi o primeiro texto do meu blog: ser mãe.
aliás, estou te linkando, ok?
bjocas
Carol
http://viajandonamaternidade.blogspot.com

RENATA RZ - Dicas Green disse... [Responder o Comentário]

Oi Fá

Adorei seu post e me emocionei...
Só nós mães sabemos a dimensão deste amor!!

Beijinhosssgreennnn

Carol Garcia disse... [Responder o Comentário]

Oi Fá,
obrigada pela visita.
bom, tenho uma tonelada de textos sobre maternidade... qdo tiver um tempinho...kkk
mas o que eu te disse tá nesse link aqui, ó:
http://viajandonamaternidade.blogspot.com/2010/04/ser-mae.html
bjocas
carol
viajandonamaternidade.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...